Entrevista: Pauli Merlo, editora sênior da Glamour Brasil

Rio, Londres, São Paulo. Pauli Merlo (para os íntimos ou não), editora sênior da revista Glamour Brasil, tem um pouco dos três lugares: jeitinho descolado, típico das garotas londrinas; alto astral carioca; paulistana workaholic assumida. Formada em jornalismo desde 2004, foi para Milão se especializar em Moda, no Istituto Europeo di Design. Um ano depois, conseguiu o que para muitos é um sonho: estagiou na Teen Vogue, em Nova York. Voltou para o Brasil – com uma carta de recomendação da diretora de moda, Gloria Baume – e aterrissou na Vogue, assumindo o cargo de diretora executiva. Três anos depois, voou para Londres (de novo!) para fazer seu mestrado, e virou correspondente da revista, onde mandava as news da Europa para o Brasil. No meio dessa história toda, surge a Glamour. Resultado? Bye Bye London. Lá foi ela, mais ou vez, largando tudo para assumir um dos cargos mais cobiçados de 9 entre 10 garotas. E detalhe: tudo isso em nove anos de carreira.

  • Pauli, quando você começou a trabalhar na área?

Comecei a estagiar no primeiro período da faculdade, bem cedinho. Fiz parte de assessorias de imprensa de moda, trabalhei na área de marketing de algumas marcas, e estudei muito, mas muito mesmo.

  • E o que você recomenda para quem pretende seguir carreira?

Olha, jornalista bom é aquele que é curioso. Isso é o principal e ponto final.

  • Tem algum curso que você recomenda, aqui ou lá fora?

Eu fiz muitos cursos fora, mas sei que temos instituições sérias e maravilhosas no Brasil. O importante é se especializar na sua área de interesse.

  • E como é a sua rotina na Glamour?

Chego lá pelas 10:30h, leio meus e-mails (que não são poucos) e vejo no cronograma quais matérias tenho que entregar naquele dia. Estou sempre escrevendo ou produzindo uma matéria. Não existe uma rotina certinha. Tem dias que tenho muitos eventos ou tenho de acompanhar uma foto. E eu adoro isso!

(update: agora Pauli mora no Rio, com o marido, e trabalha para a Glamour à distância).

  • Me diz uma coisa: como você vê o mercado editorial no Brasil? Faltam profissionais, ou há excesso de mão de obra?

Eu acho que existem muitos jornalistas, mas nem todos são bons. Na moda, pelo menos, sinto que as pessoas ainda acham que o trabalho é glamour e acabam se frustrando quando veem que é ralação.

Para quem não sabe, a Pauli também comanda a TV Glamour, no Youtube. Quem quiser dar uma olhada, é só clicar aqui. Abaixo segue o mais recente: