Os livros da minha vida: Mariliz Pereira Jorge, colunista da Folha de S. Paulo

A convidada de hoje é uma das minhas jornalistas favoritas do momento. Mariliz Pereira Jorge, para quem não sabe, é colunista da Folha de S. Paulo, e também escreve para as revistas Harper’s Bazaar e GQ. Hoje ela nos conta qual o livro que mudou a sua vida. Olhem só:

“O livro que mudou a minha vida foi ‘Um Dia‘, de David Nicholls. Está longe de ser um clássico e ganhou até versão cinematográfica no circuito comercial, mas foi um livro que me fez pensar em muitas das interrogações que eu tinha, nos caminhos que tinha escolhido e porque algumas coisas simplesmente não estavam ainda do jeito que eu havia planejado. A história dos personagens se confundiram com a minha própria e eu me vi neles em várias situações. Tanto na vida amorosa quanto na profissional eu estava vivendo uma vida diferente da que eu gostaria simplesmente porque estava ocupada vivendo uma vida qualquer. Aqui, um trecho do livro, que eu guardo sempre comigo: ‘Acho que você tem medo de ser feliz. Parece que pensa que o caminho natural das coisas na sua vida é ser triste, sombria e macambúzia, odiar seu emprego, odiar o lugar onde mora e não ter sucesso nem dinheiro. E Deus a livre de um namorado. Na verdade vou mais longe: acho que você gosta de se sentir frustrada e ter menos do que queria ter, porque isso é mais fácil, não é? O fracasso e a infelicidade são mais fáceis, porque você pode fazer piada com isso.'”