E que venha mais um ano… (hello, 2016!)

Antes de fazer este texto, resolvi ler o que havia escrito no ano passado (que está no antigo blog, neste link aqui). E posso ser sincera? Me emocionei ao ver como o tempo passou rápido; como as coisas que fiz em 2014 parecem ter sido feitas há muito, muito tempo.

E é inacreditável como um ano pode nos mudar (das mais variadas formas). Por isso, resolvi fazer uma publicação igualzinha à anterior. E esperar que, no final de 2016, eu tenha a mesma sensação que tive agora: de dever cumprido, de amadurecimento, de felicidade… Afinal, nada pode ser mais incrível do que um ano BEM aproveitado. Por isso, vamos aos trabalhos:

Em 2015 eu…

  • Revi meus conceitos sobre o amor (e quando digo amor, digo no mais amplo sentido da palavra)
  • Comecei a escrever um livro que, sem dúvida, foi uma das coisas mais surpreendentemente marcantes para mim
  • Exorcizei sentimentos (que nem sabia que existiam) através das palavras
  • E foi graças a isso que venci o Concurso Nacional de Novos Poetas 2015, meu maior orgulho do ano
  • Recebi em casa 10 exemplares do “meu” primeiro livro – e descobri, vendo minha poesia impressa, que escrever é a única coisa que poderia fazer na vida
  • Comprovei que tudo de ruim que nos acontece, acontece para nos fazer crescer (e isso pode parecer clichê, mas é a mais pura verdade)
  • Tranquei o curso de Jornalismo e fui trabalhar em uma redação de revistas customizadas (ah, e me lancei um pouco em assessoria, why not?)
  • Entrevistei pessoas sensacionais que, definitivamente, me mudaram das mais variadas formas
  • Aprendi a ter fé
  • Decidi (ou aprendi) que: e daí tomar minhas próprias decisões?
  • Fui pelo segundo ano consecutivo a Portugal. E sim, me apaixonei mais do que achava que era possível
  • Lancei o See You Magazine, que nada mais é do que a extensão do meu antigo blog (e uma forma de me reinventar)
  • Tive parceiros absolutamente indescritíveis
  • Amadureci uns 5 anos em 12 meses
  • E, por último (mas não menos importante), aprendi a me amar mais

Em 2016 eu quero…

  • Finalizar meu livro (que é mais um projeto de vida do que qualquer outra coisa)
  • Me desprender de pessoas que (ainda) me fazem mal
  • Ler, ler, e ler mais um pouquinho
  • Viajar (resolução de todos os anos, mas que é extremamente necessário para mim)
  • Morar fora (top 1 das resoluções desse ano)
  • Dar início a projetos que sempre tive vontade com o blog/site
  • Dar mais valor a quem realmente importa (resolução pra vida) 🙂

E vocês? O que esperam de 2016?