Uma carta de amor

Uma daquelas cartas que eu gostaria muito de ter escrito, mas não. Por isso, hoje faço destas palavras (lindamente colocadas) minhas:

Meu amor,

Haverá dias escuros
dias em que a tristeza gatuna
entrará sorrateiramente
e eu espero que você escute
o que ela tem para dizer
sobre você
Muitas vezes a tristeza
é a professora que ensina sobre as alegrias verdadeiras
aquieta o coração
E eu estarei lá
segurando a sua mão
mesmo que eu não entenda
mesmo não sabendo o que se passa
eu queiro que você saiba
que estarei dentro de ti
mesmo quando for garoa serena
ou tempestade violenta
sabendo que a chuva
faz a vida nascer em mim
e que os raios do teu caos
podem me ferir
Eu estarei lá como uma criança
deslumbrada e ansiosa por um banho de chuva
pois o maior gesto do amor é
permanecer

Zack Magiezi